segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Sundial Aeon - Apotheosis - 2007

Carne-seca com mandioca


4 porções

Carne-seca

20 ml de manteiga de garrafa
600 g de carne-seca dessalgada, cozida e desfiada grosseiramente
100 g de tomate sem pele e sem semente em tirinhas
100 g de cebola em tirinhas
10 g de cebolinha verde em tirinhas
5 g de folhas de salsinha
Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Mandioca

800 g de mandioca descascada
3 litros de água filtrada
20 g de sal grosso
10 g de salsinha picada
30 g de manteiga-de-garrafa

PREPARO

Carne-seca
Em uma frigideira preaquecida, coloque a manteiga-de-garrafa, a carne e deixe dourar. Acrescente os demais ingredientes e tempere com sal e pimenta.

Mandioca
Corte a mandioca ao meio e retire a fibra. Cozinhe a mandioca em água filtrada com sal grosso até que fique macia.
Numa frigideira, coloque a mandioca, junte a salsinha e puxe na manteiga-de-garrafa.

Finalização
Distribua a mistura de carneseca nos pratos, acompanhada da mandioca.

Dica do Morgado Chef:
Algmas gotas de Pimenta Tabasco Habanero e ceva, muita ceva gelada.

sábado, 20 de dezembro de 2008

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Cerveja Schmitt Sparkling Ale - 750 ml


A escolha pro Reveillon.

Schmitt Sparkling Ale é uma cerveja artesanal gaúcha de alta fermentação, extra-carbonatada, com espuma cremosa e duradoura.
É produzida com os melhores ingredientes, passando por um processo exclusivo de dupla fermentação em garrafa de espumante.
Apresenta aroma frutado, presença marcante de laranja. Poderia ter uma graduação alcoólica maior, que acompanharia seu sabor marcante e persistente.

Graduação alcoólica: 4,5% vol.
Preço médio: R$ 12,00
Fabricante: Cervejaria Schmitt
Site: http://www.schmittbier.com.br/
Fonte: Coste Bebidas

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

sábado, 13 de dezembro de 2008

Postagem Especial - O Teatro Mágico - Entrada para Raros - Show Bar Opinião


Como anunciado em nossa comuna no orkut, o Bem Morgado foi ao show do O Teatro Mágico no Bar Opinião, quinta-feira, 11 de Dezembro de 2008, e registrou tudo pra ti.
(http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=74199885)

Chego ao Bar Opinião, palco consagrado de inúmeros shows em Porto Alegre, meia hora antes da apresentação. Há algo diferente, diferenciado, melhorado no ar.
Pessoas das mais variadas idades, jovens com as caras pintadas de palhaços, sorrisos, aqueles sorrisos que tornam-se cada dia mais raros neste "Admirável" Mundo Novo.
Me reservo, ansioso. Olho no relógio. De novo. E mais uma vez.
Entre uma ceva e outra, escuto o grande público que já toma as dependências do local fazendo uma contagem regressiva... 5... 4... 3... 2... 1... Sincronicidade perfeita.
Nas primeiras notas, o público explode, com as letras das músicas na ponta da língua, pulando parelho com a Geral Tricolor em dias de vitória no Monumental.
Então, me veio a resposta. Lembrei de um show dos Los Hermanos muitos anos atrás, em lugares como aquele, que acreditavam na forma mais bela e pura de arte, a interativa.
Os passos do Teatro Mágico ficam claros agora. Eles são (e serão mais), em poucos meses, o melhor show de arte do Brasil. Anote. E por favor, me cobre.
A qualidade musical e técnica dos músicos, entre violinos, flautas, guitarras, CDJ e bandolins só é alcançada pelos malabarismos realizados por uma garota que, em meio ao público, brinca com o corpo e os limites subindo e descendo de dois tecidos pendurados no teto. Poesias são recitadas em meio às músicas, vejo pessoas sorrindo sozinhas enquanto Fernando Anitelli divide suas composições com uma galera que entende cada significado que as letras possuem.
O jogo ja tava ganho. O conjunto tava completo, nada podia melhorar. Então, quando começa a música Realejo, noto uma comoção maior, pessoas chorando, emocionadas. Perdi algo, porra!?
Uma garota do público, uma fã, pintada e com as roupas dignas dos músicos, sobe ao palco, acompanhando toda a melodia gesticulando sinais perfeitos e harmônicos. A linguagem dos sinais dos surdos-mudos. E em meio a aplausos e lágrimas da galera, vejo a força daquilo. A simplicidade e pureza daquele momento. "Obrigado!", me pego dizendo.
Se você não conhece O Teatro Mágico, certamente vai conhecer. E quando conhecer, vai lembrar deste texto sincero, e porque não, emocionado.

Bem Morgado Fucking Productions apresenta:

Abertura do Show



O Anjo mais Velho



Ana e o Mar


Crash into me . Cover Dave Matthews Band




Brincando no pano





Aplauso do Morgado: O DVD Entrada para Raros. Recomendo como presente de Natal para ti mesmo e a todos que te fazem bem.

Mijada do Morgado: Lamentável a facada aplicada pelo Bar Opinião para cevas. R$ 7,00, sem choro nem piedade.

Site: http://www.oteatromagico.mus.br

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Salada de figos turcos com presunto de parma e mozzarella de bufala


4 porções

4 figos turcos
6 tiras de presunto de parma

4 mozzarella de bufala
1 maço de folhas de manjericão (verdes ou roxas)
Algumas folhas de menta e hortelã
1/2 limão siciliano

1 colher de sopa de mel
6 colheres de azeite de oliva
sal
pimenta-do-reino

Preparação:
1 - Corte os figos turcos em 4 partes cada. A medida é um figo por pessoa.
2- Corte as tiras de presunto de parma em triângulos (ou como preferir).
3- Corte grosseiramente as mozzarellas de bufala.
4- Hora de usar as mãos. Misture as folhas de manjericão, menta e hortelã com o resto da salada.
5- Misture 6 colheres de azeite de oliva, o suco de 1/2 limão siciliano, 1 colher de mel, acrescente na salada e misture tudo com as mãos. (Mistura de forma mais uniforme e estimula teu lado sensorial)
6- Acerte o sal e a pimenta.

Dica do Bem Morgado Chef:
- Coloque um maço de folhas de rúcula na salada e fatias de pão italiano para acompanhar.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Sakê Silver Gekkeikan - 750 ml


Pra quem curte um sushizin, um sakezin tri bueno.

Os fabricantes de sakê do século XVII descobriram que a região de Fushimi, em Kioto, fornecia os melhores ingredientes (água pura e arroz da melhor qualidade) para a produção dessa bebida milenar. Em 1637, o Sr. Jiemom Okura, mestre na produção do melhor sake, fundou ali sua fábrica. Em 1905, Tsunekichi Okura, da 11ª geração da família, mudou o nome de sua indústria para Gekkeikan (pronuncia-se Gue-Quei-Can), que significa coroa de louros, representando excelência e vitória. Desde 1907, a Gekkeikan tem sido a fornecedora de sake para a Casa Imperial japonesa, sendo o mais vendido no Japão e no mundo.

Sakê tradicional, suave e rico com sabor refrescante e encorpado.
Beber, preferencialmente, gelado.

Graduação alcoólica: 14,6% Vol.

Fabricante/Fornecedor: Imp. Aurora

Preço Unit.: R$45,99

Site: http://www.gekkeikan-sake.com

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Kaya Project - And so it goes - 2008


No Natal tira do ar o Especial do Roberto Carlos de todos os anos e evolui pra esse som.
Com vocês o melhor álbum ethno-chill de 2008 pelo Top Fucking 5 Bem Morgado.

Estilo: Ethno-chillout

Download Dreamule:
ed2k://|file|Kaya_Project_-_And_So_It_Goes_(ICHILLCD035)-2008-JA.rar|95127446|83B35349F3AF20234ECAB4985A38CC92|/

Vinícius - Quem pagará o enterro e as flores se eu me morrer de amores? - 2005


Um presente de natal pra ti mesmo.


“O uísque é o melhor amigo do homem. É o cachorro engarrafado.”

Vinícius de Moraes



Vinícius de Moraes foi fundamental em dois momentos históricos da música popular brasileira: na criação da Bossa Nova e, durante o período denominado de Pós-Bossa, criando um estilo, em parceria com o violonista Baden Powell, que ganhou o nome de Afro-Samba. No entanto, Vinícius transitou por todos os estilos da música – e da cultura – brasileira. “Vinícius”, neste sentido, é mais do que um tributo à vida e à obra do poetinha; e sim um registro de uma época áurea da nossa música. Lembrar de figuras como ele, nos dias atuais, é constatar o estado de agonia em que vive a música popular brasileira, que clama urgentemente pela presença de um sangue novo, de pessoas audazes e verdadeiras como o próprio Vinícius de Moraes.


Comovente, poético e com uma linha narrativa que surpreende para um documentário tão rico em acontecimentos e pormenores (que vão desde a situação política do Brasil a tudo o que se passava na modernização da Música Popular Brasileira da altura), o filme-documentário "Vinicius- Quem pagará o enterro e as flores se eu me morrer de amores" de Miguel Faria Jr, cobre toda a vida do poetinha, desde o seu nascimento em 1913, no Rio de Janeiro, até os momentos que antecederam a sua morte.


Uma digna recriação da história de vida deste sr. que foi poeta, diplomata, compositor, crítico de cinema, cantor, bom-vivant, etc, etc... mas, e sobretudo (como Maria Bethânia tão bem disse), alguém que ensinou a todos que o mais importante é AMAR e receber de volta o AMOR. Para ver na companhia de algumas das mais bonitas canções já compostas e principalmente com uma admiração e saudade imensa do"poetinha".

DaleVinícius de Moraes, o "preto mais branco do Brasil”.


Presente de Natal Bem Morgado.

Todo o documentário para você.






Download Dreamule:
ed2k://|file|VINICIUS%20DE%20MORAES%20Documentario%202005.avi|1091005566|BC950BFDEB4E585A2BB96875BDD1041A|/

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Panquecas de morango ao vinho tinto com cobertura de chocolate


4 a 6 porções

Panquecas
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
3 colheres (sopa) de açúcar
1 1/2 copo de leite
3 pitadas de sal
Manteiga para untar

Recheio
1 xícara (chá) de morangos maduros, limpos

Calda de cerejas
25 cerejas, de preferência chilenas, limpas e sem caroço
6 colheres (sopa) de açúcar
100 ml de vinho tinto
1 xícara (chá) de água

Cobertura de chocolate
300 g de chocolate ao leite picado
150 ml de leite

Decoração
Bombons, frutas vermelhas, esculturas de chocolate preto e branco

PREPARO

Panquecas
Numa tigela, junte a farinha, o açúcar e o sal, acrescentando por último o leite. Misture bem, até obter uma massa homogênea. Aqueça uma frigideira antiaderente, de tamanho médio, untada com manteiga. Coloque meia concha (não muito grande) da massa no fundo da frigideira, girando-a para espalhar a massa por igual. Frite até dourar o lado de baixo, vire e doure o outro lado. Retire e repita o procedimento até acabar a massa.

Recheio

Pique os morangos grosseiramente.

Calda de cerejas
Em uma panela, junte todos os ingredientes e ferva por 10 minutos. Deixe esfriar e bata no liquidificador até obter uma mistura homogênea.

Cobertura de chocolate

Misture os dois ingredientes e cozinhe em banho-maria até obter uma calda.

Finalização
Distribua a calda de cereja no fundo dos pratos.
Enrole as panquecas com os morangos e arrume-as harmoniosamente sobre a calda de cereja. Espalhe a cobertura de chocolate na base das panquecas e sirva com os ingredientes da decoração.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Cerveja Escura Xingu

1, 2, 3 indiozinhos.

4, 5, 6 indiozinhos.

Tudo começou com um grupo de grandes apreciadores de cerveja. Na busca por uma cerveja diferente das tradicionais, eles decidiram pesquisar alternativas por todo o mundo que tivessem características alternativas, genuínas e inusitadas. E para essa difícil missão, contrataram um grande historiador e especialista no assunto.

Após muita pesquisa, Alan Eames descobriu registros sobre um misterioso líquido que seria utilizado por tribo indígena da Amazônia, em cerimônias religiosas e até em eventos sociais. Esse líquido era feito a partir de um cereal torrado, de tonalidade escura e fermentado por leveduras silvestres. Excitado com a pesquisa, mas sem acesso ao líquido precioso, o pesquisador apresentou o conceito para o grupo que o havia contratado. O grupo decide então encomendar a uma microcervejaria brasileira o desenvolvimento de uma cerveja que carregasse em sua essência todo o mistério e autenticidade da Amazônia. Desde então, salve o indiozinho!

Espuma cremosa, sabor envolvente e persistente. Essa combinação faz da Xingu uma ceva perfeita para paladares sofisticados.

Graduação alcoólica: 4,6 % vol.

Preço médio long neck: R$ 1,59

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

I´m Not There - 2007

Película pra comprar o dvd e mostrar pros teu netos.
Ou vai deixar eles crescerem sem conhecer Bob Dylan?


I´m Not There é uma viagem pouco convencional à vida e aos tempos de Bob Dylan. Seis atores interpretam o papel de Dylan, como uma série de personagens em mutação – do público ao privado, passando pelo fantasioso – tecendo no seu conjunto um retrato rico e esquizofrênico deste sempre esquivado ícone de uma era.

Poeta, profeta, fora-da-lei, falso, estrela elétrica, mártir do rock’n’roll, Cristão Novo – sete identidades cruzadas, sete órgãos a alimentar a história de uma vida, tão densa e vibrante como o momento que a inspirou.
Trailer


Download Dreamule:
Filme Parte 1:
ed2k://|file|[emulinhabr.com].Im.Not.There.2007.LIMITED.DVDRip.XviD-DMT.CD1.avi|732946432|74AB84E7D63195EF5734D68FB9D6048E|/

Filme Parte 2:
ed2k://|file|[emulinhabr.com].Im.Not.There.2007.LIMITED.DVDRip.XviD-DMT.CD2.avi|731097088|7DA5C50D96069B1EEA34D63168ED7C64|/

Legenda: (zipado em rar)
ed2k://|file|[emulinhabr.com].Nao.Estou.La.(Im.Not.There).DVDRip.Legendas.Portugues.BR.(DMT).rar|42324|D46C78E9D5D769B9616AAA12FAE8CE50|/


quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Médaillon dijonnais - Filet ao molho Dijon

4 porções

1 kg de filet mignon

Gratin de batatas

1 kg de batatas
500 ml de caldo de carne
2 ramos de tomilho
100 g de creme de leite fresco
100 g de queijo parmesão ralado
Manteiga para untar

Molho Dijon

1 cebola cortada grosseiramente
1 bouquet garni composto de ramos de alecrim e tomilho
450 ml de vinagre de vinho branco
150 g de mostarda de Dijon
50 g de mostarda em grão
100 g de creme de leite fresco
500 ml de molho rôti
Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Acompanhamento

Brócolis cozidos no vapor

A manha:

Filet

Limpe os filets e corte-os em 8 medalhões com cerca de 120 g cada um. Reserve.

Gratin de batatas

Corte as batatas em fatias bem finas, acomode-as em assadeira untada com um pouco de manteiga, regue com o caldo de carne e distribua as folhas de tomilho. Asse em forno médio por cerca de 1 hora. Retire do
forno, coloque o creme de leite, o parmesão ralado e leve ao forno novamente, até gratinar.

Molho Dijon

Em uma panela, coloque a cebola, o bouquet garni e o vinagre de vinho branco. Reduza até a metade,
acrescente as mostardas, o creme de leite, o molho rôti, o sal, a pimenta e deixe ferver até adquirir uma consistência cremosa. Retire o bouquet garni.

Finalização

Grelhe os medalhões, terminando o cozimento no molho Dijon. Em pratos individuais, coloque o gratin de batatas (cortado com um molde redondo) e os brócolis. Acrescente os medalhões com o molho e sirva imediatamente.

Dica do Morgado Chef:
Acompanhe com uma ceva artesanal Baden Baden Cristal Pílsen.

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Eisenbahn Lust Prestige - 750 ml

Vai começar outro ano enchendo a cara de ceva de latinha ou com aquela espumante demi-sec morte-lenta que ganhou no rancho da empresa?
Investe, meu jovem, a vida é muito curta pra fazer as mesmas coisas e esperar os mesmos resultados.

A Eisenbahn Lust Prestige é fabricada pelo método champenoise. Depois da fermentação pelo método convencional, a cerveja segue para uma vinícola, onde passa por uma segunda fermentação dentro da garrafa. Logo após, a Eisenbahn Lust Prestige entra na etapa chamada cuvèe, que no seu caso dura um ano. Com isso, apresenta paladar mais seco e aromas amanteigado, de brioche e tabaco. Seu estilo é Belgian Golden Strong Ale.

De início, uma excelente aparência, com uma espuma gigantesca e duradoura. O aroma é complexo e suave ao mesmo tempo, demonstrando uma ótima harmonia. Ela é perfumada. No sabor, notas cítricas e florais, também muito suaves e bem balanceadas. Em linhas gerais, a Lust Prestige é mais refinada que sua irmã Lust. O álcool não aparece, a carbonatação é altíssima (sparkling). No conjunto da obra, trata-se de uma grande cerveja.

Graduação alcoólica: 11,5% Vol
Temperatura ideal para degustar: 2 a 4 ºC
Preço do investimento: R$ 84,00 a R$ 95,00 ( em supermercados e lojas especializadas)
Fabricante: Eisenbahn / Grupo Schincariol
Site da empresa: http://www.eisenbahn.com.br/

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Vanilla Sky - 2001

The little things. There’s nothing bigger, is there?


Refilmagem do filme espanhol Abre los Ojos (1997), do diretor Alejandro Amenábar, Vanilla Sky acontece em Nova York, onde são narrados em flashback fatos angustiantes da vida de David Aimes (Tom Cruise), um jovem empresário que é dono de um império editorial. David tem sua vida modificada quando conhece Sofia Serrano (Penélope Cruz), uma bela jovem por quem se apaixona.


Tal relacionamento desperta ciúmes em Julie Gianni (Cameron Diaz), a fuck-buddy de David, que quer muito mais que mero envolvimento sexual com ele. Um dia, após sair da casa de Sofia, David encontra Julie, que usando o pretexto de querer conversar com ele o convence a entrar no carro dela. Em um ímpeto de loucura, e cega por se sentir preterida, ela lança o carro por cima de um viaduto. Ela não resiste ao impacto e morre. David sobrevive, mas fica com o rosto bem desfigurado e entra em coma, ficando neste estado por três semanas. Ao ver rosto deformado, David fica traumatizado e oferece qualquer quantia para os melhores médicos de NY o “consertarem”. Repentinamente realidade e fantasia se confundem de forma assustadora. E chega a hora de chamar o suporte técnico...


Dicas:
- Destaque para a sensacional trilha sonora (de Radiohead a Sigur Rós)

- As frases nocauteadoras da película.



Trailer


Download Dreamule:

(Deixa teu Dreamule/Emule aberto e clique no link abaixo)


ed2k://|file|Vanilla%20Sky%20-%20Legendado.avi|717643776|4F61D47D81D393774FA17B6973B42216|/

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Pappardelle com ragú de javali e zimbro


4 porções


400 g de pappardelle (use massa fresca)
300 g de carne de javali cortada em cubos médios
60 ml de óleo extravirgem de oliva
20 g de cebola picada
100 g de salsão picado
100 g de cenoura picada
5 g de alecrim desfolhado
5 folhas de louro
10 g de zimbro picado
400 ml de vinho tinto encorpado
500 ml de caldo de carne
Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

1 - Tempere o javali com sal e pimenta.
Numa panela preaquecida, doure o javali em metade do óleo. Em outra panela, maior, doure a cebola, o salsão e a cenoura no óleo restante. Acrescente o alecrim, o louro e o zimbro. Em seguida, junte a carne de javali, o vinho tinto e reduza à metade.
2 - Adicione o caldo de carne e cozinhe por cerca de 30 minutos. Se necessário, ajuste o sal e a pimenta.
3 - Cozinhe a massa em abundante água fervente com sal por cerca de 2 minutos. Escorra-a e junte-a ao molho, misturando bem.
4 - Sirva em pratos fundos e decore com o alecrim, o zimbro picado e um fio de óleo extravirgem.

A Finalização

Folhinhas de alecrim
1 fio de óleo extravirgem de oliva

Dicas do Morgado Chef

Após a finalização, raspe um pouco de noz-moscada sobre o Pappardelle.
Acompanhe o prato com um belo pão italiano quente. (Tá liberado raspar o molho com o pão!)

O vinho
Recomendo o Caballero de La Cepa, uva Cabernet Sauvignon, intenso, com forte aroma de frutas. (Preço médio R$ 30,00).

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Devassa Ruiva 355 ml

Quem não curte uma ruiva carioca goxxxtosa ?

Ceva honesta, justa, tipo English Pale Ale brasileira apresenta pouca formação de espuma e colarinho – ambos diminuem rapidamente. Seu corpo é claro e âmbar. No aroma, notas de melado, chocolate e mel. Seu sabor é levemente adocicado e amargo no começo do gole, sensação esta última também presente no final da sorvida.

Seu corpo está entre leve e médio, com textura aguada, alta carbonatação e final metálico. Bode expiatório para uma boa pilsen, sem escapar muito disso - e bem aquém de uma saborosa Baden Baden Red Ale ( incomparável!).
Concorre de igual para igual com a Eisenbahn Pale Ale.

São 355 ml para você apreciar entre 4 a 7 °C e para combinar com ela, a dica são pratos com forte presença de paladar como carnes vermelhas, massas com molhos condimentados, e queijos como parmesão, gouda e emmental.

Produzida e Engarrafada no Rio de Janeiro.
Graduação Alcoólica: 4,8% vol.

Preço médio: R$ 4,50 a 5,00 em supermercados e lojas especializadas.

Site da Devassa:
http://www.cervejadevassa.com.br/produtos_ruiva.php

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Pedra Branca - Feijoada Polifônica - 2006


Estilo: Orgânico / Experimental /Instrumental

O grupo começou em 2001, com Luciano Sallun e Aquiles Ghirelli, onde começaram a compor e produzir, bem como se apresentar ao vivo pela grande São Paulo. Em 2003 já estavam tocando em outras cidades e estados, com boa audiência do público. Neste mesmo ano entraram em estúdio para gravar o primeiro álbum chamado Pedra Branca. Depois lançado em 2004 pela gravado WFC no Brasil e Europa.

O segundo álbum do grupo Pedra Branca, Feijoada Polifônica, é a continuação do trabalho que conquistou admiradores por todo o Brasil e tem ganhado cada vez mais reconhecimento internacional. Desde a sua origem, em 2001, procuram inovar, sem perder a idéia do experimental, fugindo do pré-determinado.

Ao som do didgeridoo, do sitar, do samissen, do caxixi, da tabla, do djembe, do elephant sonoro, da viola oriental (criada pelo próprio integrante Sallun), do pandeiro, do berimbau, das congas, da cuica, do jaw harp e de outros instrumentos que marcam as apresentações da banda, os músicos expressam a multiplicidade do Brasil por meio de cadencias recorrentes na cultura nacional.

A identidade tradicional dos instrumentos étnicos de Pedra Branca são pulverizados em outros elementos musicais, de modo que, mais do que world music, eles tocam música experimental brasileira.

O fluxo musical de Pedra Branca é sempre mutante, nunca cristalizado. Isto é particularmente evidente em seus espetáculos ao vivo, quando executam improvisações entre eles mesmos e com músicos convidados. Outras formas de arte são sempre bem-vindas: para Pedra Branca, inclui participações paralelas de dançarinas, VJs e performances.

Site: http://www.pedrabranca.mus.br/

Link Dreamule: (copiar e colar link em Adicionar Link ED2K)
ed2k://|file|Pedra%20Branca%20-%20Feijoada%20Polifonica-2006-Psycz.rar|116089740|0151777D2710EB91F93CA08B427261DB|/

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Requiem for a dream - 2000

Sensorial. Pertubador. A realidade espancando os sonhos em nosso Admirável Mundo Novo.

Uma visão frenética, perturbada e única sobre pessoas que vivem em desespero e ao mesmo tempo cheio de sonhos . Harry Goldfarb (Jared Leto) e Marion Silver (Jennifer Connelly) formam um casal apaixonado, que tem como sonho montar um pequeno negócio e viverem felizes para sempre. Porém, ambos são viciados em heroína, o que faz com que repetidamente Harry penhore a televisão de sua mãe (Ellen Burstyn), para conseguir dinheiro. Já Sara, mãe de Harry, é viciada em assistir programas de TV. Até que um dia recebe um convite para participar do seu show favorito, o "Tappy Tibbons Show", que é transmitido para todo o país. Para poder vestir seu vestido predileto, Sara começa a tomar pílulas de emagrecimento, receitadas por seu médico. Só que, aos poucos, Sara começa a tomar cada vez mais pílulas até se tornar uma viciada neste medicamento.

Trailer:
.


Download Dreamule: (copiar links e colar em Adicionar link ED2K)

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Lombo de Bacalhau braseado em lascas


10 porções

1,5 kg de batatas pequenas (do tipo bolinha)
2 kg de lombo de bacalhau dessalgado
1/2 kg de pimentões vermelhos
1/2 kg de pimentões verdes
2 a 3 maços de grelos (na falta, substitua por folhas de mostarda)
150 g de azeitonas sem caroço
375 ml de óleo extravirgem de oliva
5 dentes de alho
3 a 4 broas de milho de consistência dura
20 g de coentros frescos picados
Óleo de oliva para untar a grelha
Sal a gosto
Sal grosso para salpicar as batatas
Salsinha crespa para decorar


1 - Lave muito bem as batatas, enxugue, salpique com sal grosso e asse com casca, em forno brando (150 ºC), cuidando para que não cozinhem demais.
Retire do forno e, delicadamente, dê um murro nas batatas, para que estalem e se abram.

2 - Grelhe o bacalhau em frigideira ou grelha untada com óleo de oliva. Retire e limpe, descartando as peles e as espinhas. Corte em lascas e reserve.

3 - Limpe os pimentões, asse-os e corte em finas tiras.
Lave os grelos (ou as folhas da mostarda) e cozinhe em um pouco de água. Escorra, corte em tiras grossas e reserve.

4 - Corte as azeitonas em pedaços, junte 150 ml do óleo extravirgem, 1 dente de alho picado e tempere com uma pitada de sal. Passe no mixer, para obter um molho. Reserve.
Esfarele as broas, formando uma farofa grossa, e junte o coentro, 1 dente de alho bem picado e 75 ml do óleo extravirgem. Tempere com uma pitada de sal e mexa bem. Reserve.

5 - Numa frigideira, salteie os pimentões com 75 ml do óleo extravirgem e 1 dente de alho bem picado. Tempere com uma pitada de sal e reserve.
Salteie os grelos da mesma forma, com 75 ml de óleo extravirgem, 1 dente de alho bem picado e uma pitada de sal.

6- Distribua as batatas no fundo de dez aros. Sobre cada uma delas, faça uma camada com os grelos, depois coloque as lascas de bacalhau e finalize com a farofa de broa.
Leve ao forno médio (180 ºC) por cerca de 5 minutos para dourar a farofa.

A Finalização

Desenforme dos aros, passando para os pratos. Coloque os pimentões por cima e decore com a salsinha. Disponha o molho em volta e sirva.

Dicas do Morgado Chef
Regue com muito azeite de oliva extra virgem e algumas gotas de pimenta Tabasco.

O vinho:
Uma garrafa do Etchart Cafayate aí debaixo, resfriado. La garantia soy yo!

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Etchart Cafayate Torrontes


Não, não é vinho de mulherzinha...

Mas com certeza a tua namorada vai se abrir pra essa escolha.


Produzido com 100% de uva Torrontes, à primeira vista tem uma cor brilhante e limpa, com um tom amarelo-esverdeado pálido, quase branco e com reflexos macerados. Seus aromas são de grande intensidade e muito agradáveis, predominando frutas cítricas e, ao fundo, algumas flores. Na boca é fresco, ácido, ligeiramente amargo e persistente (tu sente o gosto na língua mesmo minutos depois).

Um conjunto harmônico de qualidades ideais pra encarar um verão abafado na cidade ou na praia.

Graduação alcoólica: 13% vol.

Fabricante: Pernod Ricard

Preço: 25,00 (em supermercados com uma boa adega)


Dica do Morgado Chef:

Servir com um sushi arregado (feito por ti ou comprado nos melhores restaurantes).

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Trainspotting - 1996



Choose life.

Choose a career. Choose a family. Choose a fucking big television. Choose washing machines, cars, compact disc players and electric tin openers. Choose good health, low cholesterol and dental insurance. Choose fixed interest mortgage repayments. Choose a starter home. Choose your friends. Choose leisure wear and matching luggage. Choose a three-piece suit and arrange the fucking fabrics. Choose DIY and wonder where the fuck you are on a Sunday morning. Choose sitting on that couch, watching mind-numbing, spirit-crushing game shows, stuffing fucking junk food into your mouth. Choose rotting away at the end of it all, pissing your last in a miserable hole, nothing more than an embarrassment to the selfish, fucked-up brats that you spawned to replace yourselves. Choose your future.

Choose life.



Precisa de descrição ?

Pra constar então:

Baseado no livro de Irvine Welsh, o roteiro mostra a trajetória de Renton, um dos muitos jovens drogados do submundo de Edimburgo. Junto com seus amigos, vive loucamente até o dia em que decide abandonar o vício. Será que ele consegue escolher a vida? Sensação no Festival de Cinema de Cannes, Trainspotting revelou ao mundo o talento do cineasta Danny Boyle (Extermínio) e dos atores Ewan McGregor (Moulin Rouge) e Robert Carlyle (Ou Tudo ou Nada). Trilha sonora sensacional, com muitas músicas de Iggy Pop, Underworld, Lou Reed, Blur, entre outros.


Trailer:




Download Legendado pelo Dreamule: (copiar e colar esse link em Procura/Adicionar Link ED2k / Dois Cliques / Feitooo!)
ed2k://|file|Trainspotting%20(Legendado).avi|729888768|8192642BC90BF6FCFD82572BC4FE7D1B|/

Ninhos de salmão perfumados com cebolinha-francesa


4 porções

300 g de filés de salmão
1 alho-poró grande
100 ml de vinho branco seco
7 talos de cebolinha-francesa
100 ml de creme de leite
15 g de manteiga
sal
pimenta-do-reino

1- Retire a pele do salmão e corte-o em tiras. Lave o alho-poró, limpe-o, retirando as folhas externas, e corte-o em rodelas finas. Numa vasilha, misture o salmão e o alho-poró.

2- Forre o fundo de uma forma refratária com uma folha de papel-manteiga. Com a colher de sopa, faça montinhos de peixe e alho-poró (3 por pessoa). Tempere com sal e pimenta e regue com o vinho. Leve ao forno e deixe assar a 180ºC por 15 minutos. Retire do forno, transporte com cuidado os ninhos com a escumadeira e reserve-os aquecidos numa travessa.

O molho:

Recolha o caldo do cozimento da forma e passe por um coador fino. Coloque-o numa panela pequena e acrescente a manteiga, o creme de leite e 5 talos de cebolinha, lavados, secos e cortados com a tesoura. Reserve 2 inteiros para a decoração. Leve ao fogo alto e deixe reduzir em 1/3.

A finalização:

Lave e seque o limão, retire a casca e reserve-a. Corte-o em fatias finas. Disponha 3 fatias de limão em cada prato e coloque sobre elas os ninhos de salmão. Decore com outras fatias de limão, a casca, cortada em tirinhas, e 1 talo de cebolinha picado. Sirva, apresentando o molho à parte, numa molheira guarnecida com o talo da cebolinha restante.

Dicas do Morgado Chef:
Coloque algumas gotas de azeite de oliva (nessa hora não vale ser morgado, investe em um de qualidade !) nos ninhos já finalizados e sirva-os em colheres de porcenala branca, próprias para degustação.

O vinho:
Sirva com um Prosecco Brut.

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Baden Baden Premium Red Ale


Taí a ceva ideal para ocupar o posto de saideira da noite.

Seus 9,2% de graduação alcoólica vão te ajudar a dormir bem relaxado.



Cerveja de estilo Barley Wine, densa, encorpada e cremosa, avermelhada, de aroma marcante e persistente. É uma cerveja fabricada artesanalmente para celebrar o movimento The Craft Beer Renaissance. Uma rara e deliciosa combinação de ingredientes especialmente selecionados.
Ideal para acompanhar carnes vermelhas, de caça e de porco.
Conteúdo 600ml.
Cerveja Nacional.

Graduação Alcoólica: 9,2 %-Vol.
Fabricante/Fornecedor: Baden Baden Cervejaria Ltda - Campos do Jordão - São Paulo
Preço: R$10,99 a R$ 12,00 (Sem retorno do casco)
Encontrada em grandes supermercados e lojas especializadas.

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Sigur Rós Heima - 2007


A Obra de Arte para os sentidos.

São poucos os que vivem as paisagens de uma terra remota. De várias histórias sobrevivem os tempos ancestrais da Islândia, palco desse inigualável show-arte. Todos parecem viver em paz. As casas são um pouco longínquas umas das outras e dão espaço às fabulosas montanhas.


Em Heima, os Sigur Rós tocam numa escola, ao ar livre de luvas nas mãos e vestidos de camisetas feitas à mão. O frio não é motivo para os islandeses ficarem em casa a fazer outra coisa qualquer. Levam chás e sentam-se pessoas de todas as idades para ouvi-los.

Visualmente Heima é irrepreensível. As paisagens naturais da Islândia são quase sobrenaturais e hipnotizantes, e os próprios concertos para os quais estas paisagens são palcos estão envoltos num ambiente mágico e sedutor. Do nível musical não há muito a dizer, afinal é o Sigur Rós. As músicas são inspiradoras, fazem-nos sentir relaxados (o ambiente ajuda), têm uma forte carga emocional e transmitem a sua mensagem mesmo àqueles que não compreendem suas letras.

Com Heima os Sigur Rós transportam-nos para um universo mágico onde tudo é perfeito, onde só há bem estar e boas sensações. Se a música não chegasse o impacto visual e paisagístico, a realização, a fotografia ... tudo contribui para o ambiente mágico e relaxante deste filme, tudo encaixa na perfeição para intensificar as emoções sentidas ao longo dos concertos que os Sigur Rós dão na sua própria casa.

Estilo: Ambient / Experimental / Downtempo




Download:
Copie e cole esse link no seu Emule ou Dreamule, selecione Vídeo, Inicar e dê dois cliques no resultado. (ou simplesmente cole esse link em Adicionar link ED2K):

ed2k://|file|Sigur%20Ros%20-%20Heima.avi|1628699904|72C58EC191E79AFE9F0E9055250DC15D|/

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Waking Life - 2001

Segunda-feira, 3 de novembro de 2008, 23 horas.
Tu em casa, vendo Tela Quente e esperando a segurança do Jornal da Globo ditar as regras para mais um dia com o grito preso ...
Entre uma Polar e outra no bar Prefácio (Rua Sarmento Leite, 1024, Cidade Baixa, Porto Alegre), entre opiniões, teorias e constatações sobre o Zeitgeist, surge do Amigo Mann (Felipe), a recomendação da leva na categoria Películas.
Mais uma pra ti (re)pensar Bem Morgado.



Waking Life não é só complexo, original e imprevisível: é cerebral. É levar o conceito de filme-cabeça ao extremo. Filmados com atores e, depois, "rotoscopeado" — técnica que consiste em desenhar sobre os frames para obter um desenho fiel às imagens captadas pela câmera —, Waking Life é uma metáfora da antítese do título, dreaming life — a vida durante os sonhos.

Com um roteiro e personagens brilhantes, Waking Life é uma experiência de mudar a sua waking life. O efeito surreal criado pela animação e pelos traços propositalmente trôpegos são um espetáculo à parte, sendo o mais fiel possível à reprodução de um sonho. Os acontecimentos e as circunstâncias em que ocorrem também são assustadoramente parecidas com a de sonhos de verdade — veja o oxímoro-surpresa. O roteiro deste filme pode ter sua capa arrancada e substituída por uma com o título de qualquer livro de filosofia que talvez assim tenha o reconhecimento que merece.


"A decisão por sermos quem somos é sempre nossa.



Download legendado: (copia e cola no Search do teu Emule ou Dreamule, Tipo Vídeo e Iniciar)

ed2k://|file|Waking%20Life%202001%20Legendado%20Portugues.avi|638262898|300C64892347E5B20BA03D8C8EF4A8D0|/